História do Henrique, Eduardo e Gustavo

Felicidade tripla Era a nossa quarta FIV. Após as frustrações anteriores, finalmente estamos diante de um resultado positivo. Na clínica para a primeira ultrassonografia, o médico, vendo o valor do Beta HCG, acha até que podem ser gêmeos. Mas na hora do exame vem a surpresa: três coraçõezinhos batendo. Três? Hein? Um segundo quase eterno se passa… Meu marido mal sente as pernas, e pede logo uma cadeira. Fecho os olhos e não sei bem o que pensar. Não tínhamos planejado isso! Como vamos dar conta? Será que essa gestação é segura? Os bebês correm algum risco? Oito meses depois do tratamento, outro segundo parece durar para sempre. Estou deitada novamente, e meu marido mais uma vez sente as pernas bambas. A Dra. Carolina, que acompanhou a gestação desde o início, acaba de tirar da minha barriga o nosso primeiro bebê, Henrique. Um minuto depois, vem o Eduardo. E, após dois minutos, é a vez do Gustavo. A emoção toma conta de nós, e também de todos na sala de parto. Temos a certeza de que esses três meninos lindos tinham mesmo que vir juntos. Do dia do exame até o parto, percorremos uma longa estrada. Passamos por momentos de medo e ansiedade, mesclados com muita felicidade. Mas quando olhamos para os bebês, sabemos que agora eles são a nossa vida, e que depois de todo o esforço para transformar o sonho de ter um filho em realidade, a nossa família finalmente está completa.

Voltar
Fechar Menu