História do Miguel

A história da chegada do Miguel é a realização de um sonho com o auxílio de uma pessoa muito especial e essencial para a sua concretização. Sempre sonhei em ser mãe. Eu e meu marido João Felippe estamos juntos desde a adolescência, a 17 anos e planejávamos muito esse momento. Entretanto, nós sabíamos que haveria algumas dificuldades a serem superadas, pois descobrimos um quadro de endometriose e, pior que isso, eu descobri aos 15 anos que sofria de transtorno de ansiedade generalizada (TAG), não tolerando acessos venosos. Assim, de que forma iríamos coordenar o parto e as medicações decorrentes dele? Em muitos momentos achei que não iria conseguir ser mãe. Certo dia conversando com uma grande amiga sobre o seu parto, ela me indicou a Dra Carolina Mocarzel. De imediato, marquei uma consulta e foi “paixão a primeira vista”. Carolina me orientou sobre a endometriose e iniciou um tratamento com anticoncepcional contínuo e, também, me encorajou a enfrentar os medos para realizar o desejo da maternidade. Logo após as nossas primeiras consultas, fui morar em outro Estado, adiando meus planos de engravidar. Sempre que vinha ao Rio de Janeiro, marcava uma consulta com a Carol e, com seu carinho de sempre, me tranquilizava e me incentivava a engravidar. Voltei permanentemente para o Rio de Janeiro, no inicio de 2013, e mantendo o contato com a Dra Carolina, finalmente, tomei coragem e parei o anticoncepcional. Em junho do mesmo ano descobri que estava grávida. Fiquei muito feliz, mas como era de se esperar, estava à beira de um ataque de nervos, pois na minha cabeça havia muitas dúvidas. Por exemplo: como administrar a medicação para ansiedade com a gestação? Como seria o dia do parto? E se tivéssemos algumas intercorrência durante a gestação? Só pensava no pavor dos acessos venosos. Imediatamente, liguei para a Dra Carolina (o anjo na minha vida) e ela me passou uma segurança inexplicável, juntamente com a Dra Patrícia Porto (psicóloga) e o Dr Leonardo Fontenelle (psiquiatra), os quais conseguiram chegar a um acordo quanto a medicação, para que eu ficasse tranquila e, que de nenhuma forma, meu bebê fosse afetado. A equipe da Carolina também foi fundamental nessa jornada. As conversas com Dr Paulo (anestesista) e com a Dra Gisela (pediatra), durante o período gestacional fizeram toda a diferença, me mantendo tranquila para o que viria em breve. Agendamos a cesariana para que tudo ocorresse sob controle. No dia do parto precisei de muita coragem para enfrentar toda ansiedade, pois sabíamos das dificuldades. Pela manhã, liguei para a Dra Carolina achando que não iria conseguir e, mais uma vez, ela me deu todo o apoio, não só de uma médica, mas de uma grande amiga. Quando chegamos ao hospital, eu estava muito nervosa, mas a Dra Carolina providenciou tudo para que eu fosse exposta o mínimo possível. Ela mesma com toda sua doçura me conduziu à sala de parto, ficando o tempo todo comigo. Certo momento, a Carolina teve que se ausentar para lavar as mãos, por conta do início do procedimento, mas a Dra Gisela permaneceu comigo me assistindo o tempo todo. Fiz o que pude para aguentar o acesso venoso da anestesia, porém depois de algum tempo, pedi o auxílio do Dr Paulo que prontamente me ajudou, sedando-me, conforme havia sido combinado no consultório, após longas conversas. Fui monitorada durante toda a noite, e ao acordar pela manhã, já havia sido retirado todo o acesso venoso. A medicação posterior foi toda via oral. Cabe ressaltar que a atenção despendida pela Dra Carolina ao meu caso foi tão grande, que ela ficou no hospital, durante toda noite em que estive monitorada. Para o resto da minha vida, quando eu olhar para o meu filho, vou lembrar que ele só esta aqui junto de mim, graças a Dra Carolina e sua equipe, que com certeza foram colocados por Deus em nossos caminhos.

Voltar
Fechar Menu